Hoje em dia, ver gente com body piercing é a coisa mais comum do mundo. No ônibus, no metrô, na rua…. Na balada então, nem se fala! Sempre tem alguém exibindo o seu. E tem para todos os gostos: piercing na orelha, no nariz, no umbigo e por aí vai.

Mas o body piercing não é uma coisa só de gente que mora nas grandes cidades. Aliás, é um costume antigo e que até hoje muitos povos, alguns até bem primitivos, continuam fazendo. Porque é uma coisa que faz parte da cultura deles. É uma prática passada de geração em geração e que continua até os dias de hoje.

Os esquimós, aquele povo que adora viver no gelo, coloca o piercing – eles chamam de labrets – nos adolescentes para mostrar pra todo mundo que eles já são adultos. Já pensou??

Repara só no queixo dos esquimós.
Repara só no queixo dos esquimós.

Na Etiópia, vive uma tribo chamada de Mursi. O piercing deles é sinistro: eles esticam os lábios e colocam um círculo parecido com um prato. A boca fica enooorme. Ah, eles colocam nas orelhas também.

Isto é, literalmente levar o prato à boca.

Os Potok, Masai e Kanure, são tribos que vivem no continente africano. Eles também alargam os lábios com os famosos ”pratos”. Na orelha, eles colocam muitos enfeites.

A tribo Masai e suas orelhas furadas.
A tribo Masai e suas orelhas furadas.

Na Nova Guiné o negócio é diferente para homens e mulheres. Enquanto elas colocam um osso de espinha de peixe, os homens colocam dentes de animais predadores que caçaram para ficarem com a força e a coragem deles.

Body piercing com dentes de animais.
Body piercing com dentes de animais.

A tribo Tinglits coloca piercing em seus jovens para mostrar que já são adultos. Nas mulheres, significa que estão maduras sexualmente.

Prontas para serem mães.
Prontas para serem mães.

Entre os hindus o negócio começa cedo. Por volta dos cinco anos meninas colocam piercing no nariz. O objeto indica a posição social, além de realçar a beleza. Conforme a menina vai crescendo, o piercing é trocado por outros modelos, que simbolizam as outras fases da vida.

Na Índia o piercing é uma verdadeira joia.
Na Índia o piercing é uma verdadeira joia.

Os índios da etnia Sioux são mais radicais. Penduram os jovens por meio de ganchos atravessados na pele (igual o pessoal faz em suspensão hoje em dia).

Quem aguentava ficar suspenso já era adulto.
Quem aguentava ficar suspenso já era adulto.

Na América do Sul, os índios Kashinawa furam o nariz e colocam penas coloridas. É uma forma de mostrar seu papel na tribo.

Coitado dos passarinhos...

A tribo Xavante que vive no Brasil, faz o body piercing com gravetos de madeira colocados na orelha.

Piercing e corpo todo colorido.
Piercing e corpo todo colorido.

Viu só? O body piercing tem diversos significados para os mais diferentes povos. Alguns são bem bacanas, não acha?
Fontes: Arte no Corpo / Styllo Tattoo