Quem domina as agulhas tattoo sabe que um dia nunca é igual ao outro. E as pessoas que vão fazer tatuagem também não. Tem gente que chega no estúdio e não pede só uma tatuagem. Elas vão além.

Nessa hora, a imaginação rola solta e elas pedem uma tattoo para interagir com o seu corpo, suas ideias e até com as outras pessoas.

Com certeza, as tattoos das fotos abaixo foram resultado de muita conversa com o tatuador, troca de ideia e agulhas tattoo iradas.

Mas pra tattoo ficar legal e diferente, o tatuador precisa ser fera e dominar bem as agulhas tattoo e deixar o resultado do jeito que o tatuado quer.

O negócio é não perder o bom humor.
O negócio é não perder o bom humor.

Depois que come espinafre, o marinheiro Popeye fica com um braço que não é dele! Pela foto, não é mesmo! Imagine as agulhas tattoo pra fazer esse desenho!

"Eu sou o marinheiro Popeye!"
“Eu sou o marinheiro Popeye!”

Quem em uma conversa não fez o gesto de “aspas”? O rapaz resolveu ilustrar as “aspas”cada vez que levantava as mãos para falar algo que ele tinha ouvido…

"aspas".
“aspas”.

Toda granada explode, certo? Errado! Se puxar o pino dessa aí, o máximo que vai ouvir é uma explosão de dor!

Quer guerra? Puxe o pino!
Quer guerra? Puxe o pino!

As agulhas tattoo fizeram os pontos. Eles sozinhos não parecem com nada. Mas ligue um… depois o outro e… tcham…. aparece a figura. Depois é só tomar um banho e pedir para outra pessoa ligar todos os pontinhos de novo.

Se liga! Liga os pontos!
Se liga! Liga os pontos!