No México, o Dia dos Mortos é uma celebração de origem indígena, que honra os defuntos no dia 2 de novembro. Começa no dia 31 de outubro e coincide com as tradições católicas do Dia dos Fiéis Defuntos e o Dia de Todos os Santos. Além do México, também é celebrada em outros países da América Central e em algumas regiões dos Estados Unidos, onde a população mexicana é grande.
A UNESCO declarou-a como Património da Humanidade.

Crânios Conservados:
Na era pré-hispânica era comum a prática de conservar os crânios como troféus, e mostrá-los durante os rituais que celebravam a morte e o renascimento.

A Festa
O festival que se tornou o Dia dos Mortos era comemorado no nono mês do calendário solar asteca, por volta do início de agosto, e era celebrado por um mês completo. As festividades eram presididas pela deusa Mictecacíhuatl, conhecida como a “Dama da Morte” (do espanhol: Dama de la Muerte) – atualmente relacionada à La Catrina, personagem de José Guadalupe Posada – e esposa de Mictlantecuhtli, senhor do reino dos mortos. As festividades eram dedicadas às crianças e aos parentes falecidos.

 

Dia dos Mortos na Tatuagem!da tatuagem do Dia dos Mortos 6

A tatuagem é uma maneira muito comum de celebrar e homenagear o dia dos mortos.

Esqueletos!
Os esqueletos são interpretados de diversas formas pelas pessoas, geralmente como imagens negativas e assustadoras, porém sabemos que não é bem assim.
No dia dos mortos celebrado no México por exemplo, podemos ver esqueletos em esculturas, retratos, pinturas e principalmente na tatuagem das pessoas que celebram esse momento tão importante.
A imagem de um esqueleto, é uma forma muito respeitosa de aceitar que algumas pessoas já se foram e não estão mais entre os seres vivos.
Nas tatuagens mais comuns os esqueletos que representam essa tradição são sempre vistos com bigodes e sombreiros  lembrando a cultura mexicana e são “pintados”com cores vibrantes como o amarelo.

O Amarelo!
O amarelo simboliza malmequeres, conhecidas na língua asteca de Náhuatl como cempazuchitl. Tanto a cor amarela quanto os malmequeres são símbolos da morte de acordo com a mitologia Asteca.

 

A beleza do crânio?
Nas tatuagens, imagens e esculturas onde sempre iremos encontrar esqueletos como principal “figura”, os mesmos sempre transmitem a beleza, bem “trajados” e com seus crânios “decorados”.
Crânios decorados com cores sempre vibrantes é uma maneira de simbolizar a “ALEGRIA APÓS A MORTE”!

Produtos para você decorar seu estúdio:
Suporte para Chave Personalizado - GrandeSuporte para Máquina Caveira Crânio - Z14 Suporte para Máquina de TatuagemGarrafa Para Whisky Modelo CaveiraCaveira Crânio Cinzeiro Porta ObjetosCinzeiro Túmulo - Z15