Mulher de 29 anos de Limeira (SP) tatuou caricatura de Pe Lanza na perna.

O tatuador Gláuber, do Rio de Janeiro, marca a pele da amiga com uma caricatura do Pe Lanza (Foto: Rodolfo Tiengo/ G1)
A professora de inglês Roberta Francisco, de 29 anos, aceitou fazer em sua perna uma tatuagem do músico Pe Lanza, da banda Restart, durante um encontro de tatuadores que acontece até domingo (16) em Ribeirão Preto (SP). A decisão teve motivação dupla: apoiar o amigo tatuador Glauber Cunha, do Rio de Janeiro (RJ) em um concurso que vai escolher o melhor desenho na “Tribos Tattoo Fest” e ainda homenagear o filho de 9 anos que é fã da banda.

“Meu filho se parece muito com Pe Lanza. É para ele. (…) Aprendi a gostar da banda por causa do meu filho”, afirma Roberta, de Limeira (SP), que não pagou nada para fazer sua quarta tatuagem. Anteriormente ela já tinha marcado a pele com uma frase, lua, sol e flores.

 Molde da caricatura de Pe Lanza, cantor do Restart (Foto: Rodolfo Tiengo/ G1)
A caricatura de Pe Lanza é uma das muitas criações do festival que reúne mais de cem tatuadores profissionais do Brasil e de países da América do Sul, como Chile e Peru. Além disso, o evento tem como atrações estandes com novidades do setor, lutas de MMA, shows de rock e uma feira paralela para adoção de pit bulls.

60% tatuado
O tatuador Ricardo Marques de Oliveira Júnior, de 25 anos, saiu do Rio de Janeiro (RJ) para conferir tudo de perto. Como representante da tribo dos tatuados, exibe as artes que já cobrem 60% de seu corpo. “Comecei aos 13 anos, porque sempre gostei muito de desenho. Às vezes dói um pouco em algumas partes como pés e costelas, mas é suportável”, diz o jovem, com pernas, tronco e braços praticamente encobertos por diferentes imagens. Uma das mais recentes foi na cabeça, onde estampou um pássaro e um lampião. “Fiz na cabeça porque não tinha outro espaço no corpo para fazer uma tatuagem grande”, diz.
.___________________________________________________________________
Fonte: G1