Na América Pré-Colombina, os principais povos indígenas eram os maias, os astecas e os incas, conhecidos sobre tudo por suas invenções. Na vida dessas tribos, os deuses e a espiritualidade eram uma prioridade, tendo cada um deles a sua própria imagem. Hoje em dia, algumas pessoas optam por tatuar algumas dessas imagens das divindades indígenas. O mais comum de se ver, no caso, são as tatuagens astecas

Tatuagens-astecas-1.jpg

Para o povo asteca, o deus mais importante era o sol, chamado por eles Huitzilopochtili. Essa divindade era a que dava a vida à terra e a guardiã dos céus. Ele era representado como uma personagem armada, de cor azul e com uma coroa de penas de beija-flor. Uma tatuagem do deus sol asteca pode simbolizar, na atualidade, a crença numa vida após a morte, o que pode explicar a face séria de Huitzilopotchili.

 waktattoos.com fotosdetatuajes.org

Outra figura importante da mitologia asteca que tem inspirado desenhos para tatuagens é o deus da guerra, Tezcatlipoca. Essas tatuagens têm sido descritas como as mais decorativas e intensas já criadas. Talvez seja por essa razão que muitas pessoas, apesar de não serem de origem latina, aderiram a essa moda.

Tatuagens-astecas-4.jpgTatuagens-astecas-0.jpg

O deus serpente conhecido como Quetzalcoalt é comum aos maias e os astecas. O mesmo representa a criatividade, a fertilidade e o clima e é conhecido como o símbolo da sabedoria dos mais velhos. Quetzalcoalt era uma divindade de tanta importância e poder que nenhum aspecto da vida parecia passar por alto a ele. É por isso que é a personagem mais conhecida da mitologia asteca, tendo inspirado milhares de pessoas a fazer uma tatuagem de sua colorida imagem.

______________________________________________________________

Fonte: arte no corpo